segunda-feira, 11 de janeiro de 2016

Resultado de imagem para Paul Craig RobertsEstá provado: O governo dos Estados Unidos é a mais completa organização criminosa na História Humana

por Paul Craig Roberts
tradução: btpsilveira
10 de janeiro de 2016 - "Information Clearing House

http://www.informationclearinghouse.info/article43905.htm " Único entre os países da Terra, o governo dos Estados Unidos insiste que suas leis e exigências tem procedência sobre a soberania das demais nações. Washington reivindica acintosamente o poder dos tribunais dos Estados Unidos sobre os tribunais nacionais de outros países, e exige jurisdição extraterritorial dos tribunais (norte)americanos em relação a qualquer atividade no estrangeiro das quais ou Washington ou grupos de interesse (norte)americanos discordem.


Talvez o pior resultado do desprezo votado por Washington sobre a soberania das demais nações seja o poder forçado que exerce sobre países estrangeiros com base apenas em acusações de terrorismo sem nenhuma evidência.

Considere alguns exemplos. Primeiro, Washington forçou o governo suíço a violar suas próprias leis bancárias. Depois, Washington forçou a Suíça a derrogar suas leis sobre o segredo bancário. Alegadamente, a Suíça é uma democracia, mas as leis do país foram e são determinadas em Washington por pessoas que não foram eleitos pelos suíços para representá-los

Resultado de imagem para Escândalo do futebolPense no “escândalo do futebol” que Washington inventou, aparentemente com o único objetivo de envergonhar a Rússia. A casa da organização do futeb. Ol é a Suíça, mas isso não impediu Washington de mandar agentes do FBI para a Suíça, para prender cidadãos suíços. Tente Imaginar a Suíça mandando agentes federais suíços para prender (norte)americanos.

Considere a multa de $9 bilhões de dólares que Washington impôs a um banco Francês por ter este deixado de cumprir rigorosamente as sanções impostas por Washington contra o Irã. Esta asserção do controle exercido por Washington sobre uma instituição financeira estrangeira é ainda mais audaciosamente ilegal se levarmos em conta o fato de que as sanções que Washington impôs ao Irã, exigindo que outros países soberanos obedeçam, são estritamente ilegais. De fato, nesta questão temos uma ilegalidade tripla, já que as sanções foram impostas baseadas em acusações comprovadamente mentirosas.

Resultado de imagem para The Mistral caseOu matute um pouco sobre o fato de ter Washington afirmado sua autoridade sobre um contrato entre uma empresa de construção naval e o governo russo, forçando a companhia francesa a violar o contrato à custa de bilhões de dólares para a companhia francesa e perda de grande número de empregos, o que afetou a economia francesa. Foi parte de uma lição aos russos, por não ter seguido as ordens de Washington em relação à Crimeia.

Tente imaginar um mundo no qual cada país pretenda assegurar a predominância extraterritorial de suas leis. O planeta entrará em caos permanente com o PIB mundial sendo gasto apenas em batalhas legais e militares.

A Washington neocomizada afirma que se a história escolheu os Estados Unidos para exercer sua hegemonia sobre o mundo, então nenhuma outra legislação é relevante. Apenas as leis (norte)americanas importam. A lei em si mesma não é necessária, já que Washington cada vez mais as substitui por ordens, como fez Richard Armitage, Subsecretário do Estado (portanto, não eleito), ao dizer ao Presidente do Paquistão que fizesse o que mandava ou “nós vamos bombardear vocês de volta para a Idade da Pedra”


Tente imaginar os Presidentes da Rússia ou da China dando esse tipo de ordem para uma nação soberana. Inimaginável.

Na realidade, Washington acabou bombardeando grandes áreas do Paquistão, assassinando milhares de mulheres, crianças e respeitáveis anciões nas vilas. A justificação de Washington foi que apenas exerceu a reafirmação da extraterritorialidade das ações militares dos Estados Unidos, e que tais ações, mesmo em países contra os quais Washington não está em conflito, não constituem atos de guerra.

Resultado de imagem para guantanamo prisão
Por mais horrível que isto seja, o pior crime cometido por Washington contra outros povos acontece quando Washington sequestra cidadãos de outros países e os prende em locais como Guantanamo em Cuba ou masmorras secretas em países criminosos como Egito ou Polônia, para torturá-los, violando não apenas as leis dos próprios Estados Unidos, mas a lei internacional. A enormidade desses crimes prova sem qualquer sombra de dúvida que o governo dos Estados Unidos é o maior empreendimento criminoso que jamais existiu na Terra.

Quando o criminoso regime neoconservador de George W. Bush lançou sua invasão ilegal do Afeganistão, o regime homicida de Washington necessitava desesperadamente encontrar “terroristas” que justificassem a invasão ilegal, considerada crime sob as leis internacionais. No entanto, não havia terroristas. Então, Washington fez chover panfletos sobre os territórios de senhores de guerra, oferecendo milhares de dólares para quem capturasse alguns “terroristas”. Claro que os senhores de guerra aproveitaram a oportunidade, e capturaram pessoas aos montes, qualquer um que estivesse desprotegido, e os levaram para os (norte)americanos para recolher o butim.

A única evidência de que os “terroristas” eram terroristas, era a afirmação dos senhores de guerra que venderam aquelas pessoas inocentes para Washington como “terroristas”.

Resultado de imagem para Fayez Mohammed Ahmed Al-KandariOntem, Fayez Mohammed Ahmed Al-Kandari obteve a liberdade depois de 14 anos de tortura contra si, perpetrada pelos “Estados Unidos livres e democráticos”. O coronel Barry Wingard, oficial militar dos Estados Unidos que representou Al-Kandari disse que “não há simplesmente nenhuma evidência, a não ser a de que ele é um muçulmano que estava no Afeganistão na hora e lugar errados e que foram baseadas em boatos duplos e até triplos, o que nunca vi como justificativa para a prisão”. “Muito menos” disse o coronel Wingart, “o suficiente para causar uma litania multianual de torturas, como esforço para arrancar a confissão de infrações que lhe foram imputadas”.

Mas não espere que a mídia prostituta ocidental relate tais fatos para você. Para encontrá-los, você precisa acessar a RT ou o site de Stephen Lendman ou este blog.

A “mídia prostituta” ocidental faz parte das operações criminosas de Washington.


Paul Craig Roberts - (nascido em 03 de abril de 1939) é um economista norte-americano, colunista do Creators Syndicate. Serviu como secretário-assistente do Tesouro na administração Reagan e foi destacado como um co-fundador da ReaganomicsEx-editor e colunista do Wall Street JournalBusiness Week e Scripps Howard News ServiceTestemunhou perante comissões do Congresso em 30 ocasiões em questões de política econômica. Durante o século XXI, Roberts tem frequentemente publicado em Counterpunch e no Information Clearing House, escrevendo extensamente sobre os efeitos das administrações Bush (e mais tarde Obama) relacionadas com a guerra contra o terror, que ele diz ter destruído a proteção das liberdades civis dos americanos da Constituição dos EUA, tais como habeas corpus e o devido processo legal. Tem tomado posições diferentes de ex-aliados republicanos, opondo-se à guerra contra as drogas e a guerra contra o terror, e criticando as políticas e ações de Israel contra os palestinos. Roberts é um graduado do Instituto de Tecnologia da Geórgia e tem Ph.D. da Universidade de Virginia, com pós-graduação na Universidade da Califórnia, Berkeley e na Faculdade de Merton, Oxford University.

2 comentários:

  1. Olá! Boa noite a todos... Impossível ser mais claro, objetivo, direto, além de sincero e corajoso... Parabéns e obrigado Sr. Paul Craig Roberts... Não é apenas no Brasil que se observa a Pútrida Prostituição da Imprensa (aqui, chamada de ¨GAFE - A Porca PIG¨... ...Absolutamente Depravada

    ResponderExcluir
  2. Olá! Boa noite a todos... Impossível ser mais claro, objetivo, direto, além de sincero e corajoso... Parabéns e obrigado Sr. Paul Craig Roberts... Não é apenas no Brasil que se observa a Pútrida Prostituição da Imprensa (aqui, chamada de ¨GAFE - A Porca PIG¨... ...Absolutamente Depravada

    ResponderExcluir