sábado, 23 de janeiro de 2016

Resultado de imagem para LulaLULA!


Não é porque um homem, nem uma mulher.
Um voto, um desejo, uma tradição, uma
Barra forçada, meu irmão, é por uma bandeira em minha alma
Uma saciedade maneira, um saber das coisas.

Não é porque um líder, um ídolo ou guru.
Uma governança, um palácio, uma transição, uma
Cachaça amarga, meu irmão, é pela liberdade em minha vida
Uma tranquilidade sem fome, um querer ainda mais.

Não é pelo poder, a casa ou o carro do ano.
Uma mulher tranquila, um filho corado no rosto ou uma
Vida dura, meu irmão, é porque posso ter a minha vida,
Uma família amorosa, um saber que tudo vai continuar.

Não é pela minha voz, que nunca foi ouvida,
Não é pela minha cor, que sempre foi ignorada,
Não é pela minha vontade, que nunca valeu nada,
Não é pela palavra sufocada,
Não é pelo dinheiro...

É porque eu não quero voltar a comer calangos!
Não quero enfrentar quilômetros de fila por empregos!
Não quero ver minha terra esturricada a cada ano!
Não quero ver meu filho de olhos fundos!
Não quero voltar a chorar rangendo os dentes, impotente...
Eu quero ficar aqui onde estou, livre, forte, sábio.

Por tudo isso, meu irmão, é por isso que


LULA!



por Roberto Pires Silveira, Janeiro de 2016.

2 comentários:

  1. Olá! Um bom Domingo a todos os leitores/seguidores... Inspirado meu amigo... se me permite, faço minhas, vossas Palavras...

    ResponderExcluir